sexta-feira, 24 de março de 2017

Indicação: Lion e A Maldição do Tigre

Hoje é dia de dupla indicação, ou seja meu povo, é duas vezes mais amor, cultura e informação!!! Vamos jogar algumas perguntinhas no ar... Qual a relação entre Garth Davis e Colleen Houck? O que Saroo e Kelsey Hayes podem ter em comum? Você já assistiu "Quem Quer Ser um Milionário?"

Dev Patel em "Quem Quer Ser um Milionário?".
Adoro fazer "brainstorming", ajuda muito no processo criativo, se você respondeu a alguma das perguntas acima, já deve ter percebido que hoje faremos uma viagem ao segundo país mais populoso do mundo, a Índia. A cultura oriental é muito fascinante, muitas vezes nos causa estranhamento, mas é uma cultura tão rica quanto a nossa, no último Oscar um filme de produção australiana nos trouxe um das histórias mais emocionantes da última temporada de premiações, estou falando de Lion, dirigido por Garth Davis, um épico sobre família, amor, identidade e sofrimento. Assim que saí da sala de cinema, um livro me veio a mente, uma tetralogia na realidade, o "insight" me veio quando uma estátua da deusa Durga aparece no filme, uma cena muito marcante, fazendo com que eu relacionasse as duas obras. "Quem Quer Ser um Milionário?", também protagonizado por Dev Patel, levou a Índia para as principais premiações de cinema do mundo, um filme incrível, se você ainda não viu, super aconselho, desde então o cinema indiano tem crescido de forma espetacular. Lion nos conta uma história diferente, mas mostra a mesma realidade de um país marcado pela desigualdade. Nicole Kidman e Rooney Mara também dão vida a essa história tão singular.  



Aos cinco anos de idade, o indiano Saroo se perdeu do irmão numa estação de trem de Calcutá e enfrentou grandes desafios para sobreviver sozinho, até ser adotado por uma família australiana. Incapaz de superar o que aconteceu, aos 25 anos ele decide buscar uma forma de reencontrar sua família biológica. A cantora Sia, #diva, gravou a música "Never Give Up" para o filme, o resultado foi simplesmente maravilhoso. 



Colleen Houck, quando escreveu a série "A Saga do Tigre", também nos apresentou o mesmo país, claro, com uma visão mais romanceada, pois o objetivo da obra era mostrar a magia de uma nação tão mítica. Em "A Maldição do Tigre", primeiro livro da saga, Houck nos conta a história de Kelsey Hayes, que perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem. Então, Kelsey, Ren e Kishan – o irmão de Ren – embarcam em uma emocionante aventura para derrotar Lokesh e devolver a humanidade dos príncipes tigres, com ajuda da deusa Durga.

Durga, a invencível, a caçadora de demônios.
As duas histórias são formas diferentes de nos apresentar esse país tão vasto, tão diferente e tão colorido, mas tão desigual, o sistema de castas, mesmo proibido por lei, ainda é uma realidade, segregando e marginalizando grande maioria da população. Independente dessas questões, conhecer novas culturas nos torna seres melhores, livres de preconceitos e mais respeitosos, o conhecimento é a melhor arma contra a ignorância!!! 

Box da série "A Saga do Tigre".
As duas obras me emocionaram muito, o sentimento que as move está na busca por identidade, ambos os protagonistas estão perdidos, longe de casa, da família e do amor. Essa busca, que no filme é mais visceral do que no livro, nos emociona e nos faz questionar nosso papel dentro das relações sociais que construímos. A religião está presente nas duas histórias, é algo fundamental para o povo indiano, na saga literária é explorada de forma mais mítica e mitomágica, já no filme, de forma mais crítica.

São duas histórias lindas, épicas e necessárias, que expandem o nosso olhar para a humanidade!!! Até o nosso próximo encontro!!!


17 comentários:

  1. Olá!
    Eu ainda não tinha ouvido a música da Sia, achei maravilhosa! Fora que o post está simplesmente incrível! Não é todo mundo que consegue construir relação entre obras! Parabéns!
    Beijos, Lorena

    ResponderExcluir
  2. Ainda não assisti esse filme.
    Essa série está na minha listinha de desejados há muito tempo. Acho ela linda.
    Parabéns pelo post, ficou incrível .

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Ainda não assisti ao filme , mas já está na lista para um próximo fim de semana tranquilo de pipoca.
    O livro tb não li . 😕 Minha prima já me indicou vários vezes e vou só adiando. Mas vou dar uma chance e conhecer essa história.
    Adorei as dicas e a resenha.
    Beijos
    www.doceestante.com

    ResponderExcluir
  4. Ainda não vi o filme, mas já li os livros da série a maldição do tigre e me apaixonei tanto pelo Ren quanto pelo Kishan. Aqueles lindos!!

    ResponderExcluir
  5. Putz! Quanta riqueza! Essa postagem parece uma viagem! Adorei conhecer um pouco mais sobre a Índia e sobre as obras. Adorei quando você disse que ambas nos faziam questionar nosso papel dentro das relações sociais que construímos. Fiquei tão instigada. Quero muito assistir! Grata pelas sugestões!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  6. Olá! Gostei do que vc escreveu, adoro a Índia, tenho amigos queridos de lá. E essa música é muito boa mesmo! Amo a série A Maldição do Tigre, só pra registrar rsss.
    Bjossss

    ResponderExcluir
  7. Oi! Quero assistir Lion e a série de livros nunca li. Bjos <3

    clickliterarioblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Lion está na minha lista de filmes desde que vi o trailler e pretendo começa a maldição do tigre ainda esse ano, tenho 3 livros <3

    ResponderExcluir
  9. Adorei seu post Felipe! E ainda não tinha ouvido essa da Sia!! Adoro essa mulher <3
    Adorei suas indicações... Estão devidamente anotadas!! Grande beijo!!

    www.lendo1bomlivro.com.br
    Instagram :) @lendo1bomlivro

    ResponderExcluir
  10. Gostei da indicação do filme Lion. Não o conhecia, o que aliás ultimamente ando bem sem tempo e carente de novidades assim.
    A Saga do Tigre, só conheço de ver falarem sobre, mas não conhecia a história da mesma.Gostei muito do post :)

    ResponderExcluir
  11. Eu adorei a maldição do tigre exatamente por esse motivo, adorei conhecer a cultura do país, os deuses em que eles acreditam e muitos dos seus costumes, tudo muito interessante.
    Bjos - Isis minhaestantecolorida.com

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bom?
    Adorei a forma como você relacionou as duas coisas, embora distintas, elas possuem esta conexão. Assisti a 'quem quer ser um milionário' a muito tempo atrás e realmente todas as questões que você levantou, são bem presentes no filme. Já vi várias críticas positivas a respeito de 'Lion' e espero poder ler em breve. Sobre a série do tigre adoro, ela por este motivo, por abordar tanto da cultura indiana, é um grande diferencial.

    Bjux ;)
    Entrelinhas

    ResponderExcluir
  13. Nunca tive contato com nenhuma das coisas acima. Já tinha visto a Saga do Tigre , mas nunca parei pra ver como era realmente!
    Interessei agora! haha
    Depois irei procurar!

    ResponderExcluir
  14. Oie!! Estou morrendo de vontade de ver lion! Vou esperar sair no now!!
    Não tinha ouvido falar da série tb, parece ser interessante!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá...
    Tenho o Box da Série A Saga do Tigre (ainda não li nenhum...rsrsrs) gosto muito de histórias épicas, espero ler logo. O filme ainda não tinha ouvido falar, vou procurar para assistir, gostei muito das dicas.
    Bjos da Pry

    ResponderExcluir
  16. Oii,
    Eu até tenho os livros, mas ainda não bateu aquela inspiração, acho que ainda não apareceu o momento certo pra eu me dedicar a essa leitura.
    O filme eu ouvi falar, mas sou um pouco resistente com filmes...

    Beijos
    www.geeklegend.com.br

    ResponderExcluir