sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Resenha: Desventuras em Série - Mau Começo


Título: Desventuras em Série - Mau começo
Autor: Lemony Snicket
Páginas: 152
Editora: Seguinte


       E aí, pessoal! Como estão?
      Não apareço por aqui desde o ano passado, né?
      É sério isso, produção? Eu realmente fiz essa "piada" estilo o tiozinho do "pavê ou pacumé"? haha'
     Depois desse ilustre "olá novamente", antes de qualquer coisa, queria pedir desculpas pelo blog andar desatualizado nos últimos dias, estamos buscando da melhor maneira voltar com os conteúdos e deixar o blog melhor tanto para vocês quanto para nós, ok? 
     Então, bora começar!

    Sexta-feira 13, um belo dia para estreia de uma série com uma história triste (e talvez meio sombria), não é mesmo? Mas para os fãs de "Desventuras em Série" que sonhavam com uma nova adaptação, chegou o tão esperado dia do lançamento que tanto foi falada e esperada! 
   Para quem não sabe, em 2004 foi lançado a sua adaptação cinematográfica, estrelado por Jim Carrey como Conde Olaf, Emily Browning como Violet Baudelaire, Liam Aiken como Klaus Baudelaire e Meryl Streep como Tia Josephine. O filme rendeu ótimas críticas, sendo indicado a prêmios, e inclusive em 2005, ganhou o Oscar de Melhor Maquiagem. Apesar disso tudo, o filme não alavancou e acabou até sendo esquecido para algumas pessoas.

    Como a prova que "a esperança é a última que morre", depois de 13 anos, a história dos irmãos Baudelaire terá uma nova chance graças a linda Netfllx, que comprou os direitos sobre a produção da série baseada nos 13 livros de Lemony Snicket, porém, com um novo elenco. Os novos protagonistas são: Malina Weissman será Violet (na boa, parece irmã da Emily Browning, melhor escolha possível, são muito parecidas), Louis Hynes com o papel de Klaus e Neil Patrick Harris (da série How I Met Your Mothercomo o horripilante Conde Olaf.
    Sendo dividida em oito episódios, a primeira temporada terá seu foco em um livro a cada dois capítulos. ~só adivinhem o que irei fazer esse final de semana? Isso mesmo, maratonar essa série kkkkk'
E detalhe: Terá segunda temporada sim! Inclusive, já foi confirmada! 
   Desventuras em Série está sendo considerada como "o lançamento mais aguardado do ano", junto com a segunda temporada de "Stranger Things" pela Netflix. Sem sombras de dúvidas, há muita expectativas para sua estreia.
Com esse clima da volta de Desventuras em Série, resolvi trazer para resenha do primeiro livro que será contado nos dois primeiros episódios.


       "Mau Começo" é o primeiro da série 'Desventuras em Série' composta por 13 volumes do gênero infanto-juvenil, publicado em 2001 pelo escritor americano Daniel Handler, porém é mais conhecido pelo seu pseudônimo Lemony Snicket. Brett Helquist é o ilustrador da obra, o curioso é que para registrar as vidas trágicas dos órfãos Baudelaire, ele usa lápis quebrados e tinta seca (meio sombrio, eu sei). 
 
"Se vocês se interessam por histórias com final feliz, é melhor ler algum outro livro. Vou avisando, porque este é um livro que não tem de jeito nenhum um final feliz, como também não tem de jeito nenhum um começo feliz, e em que os acontecimentos felizes no miolo da história são  pouquíssimos. E isso porque momentos felizes não são o que mais encontramos na vida dos três Baudelaire."

  O livro nos conta a história de três adoráveis irmãos: Violet, de 14 anos, é super inteligente e adora criar engenhocas que sempre ajudam ela e seus irmãos; Klaus, o irmão do meio tem 12 anos, possui uma memória incrível, ama ler e praticamente já leu todos os livros da biblioteca e temos a Sunny, uma bebezinha que adora morder tudo e a todos e só articula algumas poucas palavras, se comunicando por gemidos. Tinham suas vidas felizes, até que um infortúnio acontece e muda toda a vida dos irmãos Baudelaire.
  Após a morte de seus pais em um incêndio na mansão Baudelaire, o Sr. Poe, amigo da família, responsável pelo testamento e o destino dos irmãos, os avisa da tragédia e que conforme desejo do Srº e Srª Baudelaire, deverá levá-los para serem criados pelo parente mais próximo, que apesar de morar por perto, nunca haviam o conhecido ou até mesmo sabiam de sua existência. Os agora órfãos e também sem lar, foram morar com o tenebroso Conde Olaf, o futuro tutor das crianças, é um ator medíocre e um ser de péssima índole que fará de tudo para abocanhar a fortuna dos irmãos, já que só poderão ter acesso quando atingirem a maior idade. É nesse momento que as desventuras e  a infelicidade dos órfãos Baudelaire começa..



"A morte de um ente querido é uma coisa estranha. É como subir a escada para o seu quarto no escuro, e achar que tem mais um degrau…quando não tem. O seu pé afunda no ar, e acontece um grande momento de grande susto".

       Ao chegarem à residência de Conde Olaf percebem o quanto a casa é velha e suja. Os dias vão passando e o Conde só os maltrata, os fazendo trabalhar o dia inteiro com serviços domésticos, enquanto ensaia as suas peças teatrais, sempre fazendo ameaças e até mesmo já chegou bater em Klaus e isso só aumenta o sofrimento dos desafortunados irmãos.



  A mente maldosa de Conde Olaf não para. Criou um plano para conseguir a tutela legal da fortuna dos Baudelaire, Conde Olaf e sua trupe de circo organizam uma peça de casamento, onde Violet seria a noiva e o Conde, o noivo. Só que os irmãos descobrem toda essa farsa, pois os papéis do casamento são verdadeiros e se Violet assinar, o desprezível Conde Olaf finalmente conseguirá a fortuna dos Baudelaire. Então, os órfãos tentam descobrir um jeito de impedir essa cerimônia e mostrar a todos quem é o Conde Olaf de verdade e todas as suas tramoias contra os irmãos.

"O mundo as vezes pode parecer um lugar hostil e sinistro, mas acreditem: existe muito mais bondade no mundo do que maldade, só precisam procurar com vontade. E o que podem parecer desventuras em série na verdade pode ser o primeiro passo de uma jornada."

  A história é narrada pelo próprio Lemony Snicket contado em terceira pessoa, mas, às vezes, se intromete na história e começa a narrar em primeira pessoa, ou seja, toda a história ali contada é um relato de alguém que buscou informações sobre o acontecido. Além de sua escrita rápida, simples e fácil, é uma trama bem elaborada, com algumas críticas da nossa sociedade e um pouco de humor sarcástico. O diferencial foi a forma que o autor explica o jeito da Sunny de se comunicar colocando uma "tradução", já que apenas seus irmãos a entendem e também com algumas notas de rodapé ensinando a pronúncia das palavras difíceis. O que eu também achei interessante é como foi muito bem trabalhando os personagens, a personalidade de cada um, suas falas e os ambientes citados na obra, atribuindo aspectos de realidade a história. 

"Algumas pessoas encontram conforto apenas por estarem juntas."


  Apesar de toda a tristeza, o lado mais bonito dessa história é que mesmo com todas as desventuras que os irmãos passam, eles sempre permanecem unidos, nos passando a mensagem que mesmo em tempos ruins, o amor consola tudo. A diagramação é ótima, com folhas amareladas, escrita em fonte tamanho grande e com ilustrações feitas em preto e branco no início de cada capítulo. 
Recomendo esta obra por ser uma leitura envolvente, rápida já que o livro é curto, mas que te prende desde as primeiras páginas e com muitas reviravoltas, entretanto, sem um final feliz. Se você gosta de contos de fadas, um felizes para sempre, já deixo aqui avisado que este não é o livro!

     
     Ficou curioso para saber mais sobre a série? E conhecer ainda mais da vida dos órfãos Baudelaire? Assista o trailer e não diga que não lhe dei o aviso sobre os infortúnios que seguem nesta história, cheia de desventuras, confusões e muitos mistérios a serem desvendados.


Essa música da abertura não sai da minha cabeça! Ela é cantada pelo Neil Patrick Harris. Ficou incrível!


Se você também ficou curioso sobre o filme, eu super recomendo! Lógico que entre a série e o filme terá grandes diferenças, mas eu adorei "Desventuras em Série" filme. 
Se não assistiu ainda, tá esperando o quê? Aproveita que está disponível na netflix também, já inclui na sua maratona!


Boa leitura, boa série e bom filme á todos!
 Uma ótima dica para esse final de semana. Aproveitem!



6 comentários:

  1. Apenas acho que vai ser uma série incrível, só de ter o Neil <3 eu já surtei KK' Eu amo ele♥
    Amei tudo que você escreveu *.* E eu sou apaixonada no filme, não tenho o que reclamar!
    Melhor post miga♥ Arrasou!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miga! Você por aqui também kkkkk'
      Eu adorei a série <3
      O Neil ficou incrível de Conde Olaf.
      Eu amo o filme <3 não achei que ficou ruim, apenas por ter pouco tempo, tiveram que cortar muita coisa e acrescentar algumas referências dos livros seguintes para dar sentido. Mas a série ficou fiel ao livro (só li os dois primeiros e achei bem feitos).

      Obrigada, amiga! <3

      Beijo, beijos

      Excluir
  2. Não li os livros.
    Esse fim de semana assisti um epsódio. Acho que vou continuar vendo.
    Queria ler os livros, mas minha lista já esta gigante e pouco tempo. rsrsrs
    vou fazer uma coisa q não sou muito fã, ver sem ler antes. hahahaha

    Beijos
    http://doceestante.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Dayse.
      Pior que fiz a mesma coisa que você, assisti sem ler todos os livros (só li os dois primeiros!). Achei a série bem feita e fiel aos dois livros, pena que não li o resto :(

      Obrigada pela visita!
      Beijo,beijos

      Excluir
  3. Eu não estava nada animada pra começar a ler desventuras em série, mas agora que li sua resenha tô louca pra ler logo! Parece ser uma série muito boa.

    Beijos,

    http://crushporlivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Eu recomendo os livros! Apesar de ser um infanto-juvenil, ele possui uma história bem elaborada e madura! Eu só li os dois primeiros e adorei!

      Obrigada pela visita!
      Beijo, beijos

      Excluir